Por melhores condições de trabalho, servidores da Polícia Civil deflagram ‘Operação Padrão’

Serviços não serão paralisados, mas servidores já realizaram manifestação nesta segunda, tendo em vista a valorização dos policiais acreanos, que segundo a categoria, recebe um dos piores salários do país. Por Maria Meirelles 22/01/2024
22/01/2024 27/01/2024 12:56 164 visualizações

O Sindicato dos Policiais Civis do Estado do Acre (Sinpol) deflagrou nesta segunda-feira, 22, a “Operação Padrão”. A manifestação é promovida em frente ao Departamento de Investigações Criminais (DEIC), em Rio Branco.

Entre as pautas de reivindicação dos servidores, destacam-se dois eixos: administrativo e efetivo. Segundo do Sinpol, nas visitas feitas às delegacias foi identificada a falta de materiais básicos, como água mineral, além de estruturas físicas precárias e a falta de efetivo. A valorização policial também pauta da manifestação, dento em vista que, atualmente, os policiais civis do Acre ocupam o ranking dos piores salários do país.

O sindicato destaca ainda que há um déficit de pessoal e pede que o governo do Estado realize novos concursos ou faça o chamamento do cadastro de reserva. Durante os mandatos do governo Gladson não houve, segundo o Sinpol, nem um concurso público para a Policia Civil.

O coletivo chama atenção para o fato de, em 2018, a Polícia Civil do Acre ter estado entre as 10 polícias mais bem pagas do país e, atualmente, ocupar a 20° colocação.

“Não vamos paralisar os serviços policiais, vamos agir dentro da legalidade para não deixar nossa população desguarnecida, nossas reivindicações são justas e pautadas no cumprimento das leis, estamos fazendo um movimento pacifico de reivindicações de direitos”, destacou o presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Acre (SINPOL/AC), Rafael Diniz.



Matéria publicada em: https://agazetadoacre.com/2024/01/noticias/policia/por-melhores-condicoes-de-trabalho-servidores-da-policia-civil-deflagram-operacao-padrao/